Pular para o conteúdo

A importância de conversar com seu filho ainda na sua barriga

Headphone_04

O texto é da querida parceira, Joseane Seixas Bouzon, Fonoaudióloga, propietária da clínica Day Fono.

Ter um ser crescendo dentro de si é realmente muito emocionante e assustador ao mesmo tempo. A futura mamãe passa por um misto de sensações entre saber lidar com as mudanças do corpo, versus as preocupações com os preparativos para a chegada do novo membro da família.

São tantas as preocupações que a aspirante a mamãe esquece de algo que parece simples, mas de extrema importância, que é conversar com o bebê desde a barriga. A audição do bebê se inicia ainda no primeiro trimestre da gestação, e é um dos primeiros estímulos ativos. Falar com o bebê o acalma, aumenta a interação mãe-bebê, faz com que haja novas sinapses cerebrais, aumenta as chances de uma gestação mais tranquila e favorece o desenvolvimento neuropsicomotor.

Além do que, ajuda o bebê a se situar no tempo e espaço, pois ele passa a entender a rotina familiar e a conhecer seu membros através da voz de cada um. Por isso, é comum que o bebê bem estimulado compreenda que durante o dia se conversa mais e que a noite há uma desaceleração e as conversas cessam, ou seja, já é hora de dormir! Assim, ele não se mexe tanto a noite e deixa a mamãe descansar.

Após o nascimento, a rotina deverá ser mantida, o que ajuda a espaçar as mamadas e deixar a mãe dormir mais, aumentando a produção do leite materno. E você, mamãe, conversa com seu bebê? <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *